sexta-feira, 19 de maio de 2017

Os meus dias sem ti III

Chegará o dia em que será exactamente isto que te quererei escrever:

"Eu tive que trancar minha porta, pois sabia que se abrisse eu não iria me conter e iria atrás de você para te fazer me ouvir. Mas foi tanto tempo sozinha, encarando as paredes que comecei a me perguntar se você vale mesmo todo esse sufoco. (...)

Faz tempo que eu quero te dizer, mas você me disse outra vez que estava ocupado e depois a gente conversava. Mas o depois nunca chegou e não deu mais para esperar o dia em que você me fosse olhar e realmente me ver. Eu já não tenho mais tempo para te dizer. Te digo, então, que eu sinto muito por você ter sentido tão pouco e que dessa vez sou eu quem não vai estar atrás de porta alguma que você bater. Eu já não tenho mais tempo algum. Tenho pressa em sair desse sufoco.
Só posso terminar dizendo que eu sinto muito, só que dessa vez não sinto por mim, sinto muito por você."
(Resiliência Humana - Facebook)




Sem comentários: